Lan Lanh

Lan Lanh sobe aos palcos do Teatro Glaucio Gill, no Rio de Janeiro, para apresentar o show "Batuque da Lan Lanh" nos dias 2, 3, 4, 5, 9, 10, 11 e 12 de junho. O...

Anita e Garibaldi

Vale a pena conferir " Anita, um Romance sobre a Coragem", de Thales Guaracy, que acabou de ser lançado pela Editora Record. Trata-se de uma obra para se ler d...

Bate-papo

Confira quais escritores participam da o Viagem Literária 2017.O programa é uma iniciativa da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo e um belo exemplo par...

Publicado em Crônicas Di-Versos
Lido 943 vezes
Avalie este item
(1 Voto)

Alguém gritou, um tiro ecoa. Uma telha caiu, o cão late.

 

A multidão atravessa a rua. Algo cai do bolso, do buraco no paletó.

 

O povo vem voando,corre para ver.

 

Quem morreu?


É hora, de repente, de agitação.

Não dá para enxergar, está escurecendo...

 

O buraco no paletó quem fez foi a traça que caiu.

 

O cão tem algo na boca.

 

É um gato?

 

No instante do flagra, a fera evitou que o dono virasse um assassino.

 

Ele só se tornou mais um corno do Cerrado.

 

E o outro?

 

Ah, este gato fugiu correndo, ninguém mais viu naquelas bandas.

 

Sumiu,

feito a traça.

 

 

 

 

*Esta história az parte do livro "Era Uma Vez....... Outra Vez....... mais uma vez .......e  mais outra.......", de Nádia Timm.

Última modificação em Sexta, 13 Janeiro 2017 22:23
Mais nesta categoria: Crônica da Semana »

Deixe um comentário

Mais lidos

Ecoturismo

16 Out 2015 Turismo

Na Ponta do Nariz

06 Jun 2016 Artemania

Capoeira

04 Set 2016 Isto é Brasil

Cara-de-Bronze

05 Jun 2016 Programação em Goiânia

Santos Portugueses

03 Jun 2016 Comunidade da Saudade

Acompanhe no Facebook

Online

Temos 399 visitantes

Add to Flipboard Magazine.