Arquipélago da Madeira

Arquipélago da Madeira

Destino exibe suas raízes em patrimônios históricos e monumentos fascinantes. // Famoso por ser um dos mais belos do mundo, o Arquipélago da Madeira é rep...

Suíça, de trem

Suíça, de trem

Um passeio imperdível pela Suíça com o Grand Train Tour

Lan Lanh

Lan Lanh

Lan Lanh sobe aos palcos do Teatro Glaucio Gill, no Rio de Janeiro, para apresentar o show "Batuque da Lan Lanh" nos dias 2, 3, 4, 5, 9, 10, 11 e 12 de junho. ...

 Praia em Mumbai, na ÍndiaUN Environment - Divulgação Praia em Mumbai, na ÍndiaUN Environment - Divulgação
Publicado em Mundo Melhor
Lido 5582 vezes
Avalie este item
(1 Voto)

Campanha global declara guerra a plásticos nos oceanos


A ONU Meio Ambiente (UN Environment) lançou uma iniciativa global para eliminar uma grande fonte de lixo marinho até 2022: as embalagens de plástico e os plásticos em geral.

A campanha #CleanSeas [#MaresLimpos], foi lançada durante a Cúpula Mundial dos Oceanos, que está sendo realizada em Bali; na Indonésia, e apela aos governos do mundo que aprovem políticas de redução do material plástico.

A ação também é voltada à indústria, para que minimize embalagens plásticas e redesenhe produtos no sentido de minimizar o uso do material.

A campanha pede ainda a consumidores que mudem seus hábitos de produção de lixo antes que eles causem "danos irreversíveis" aos mares.

Segundo a ONU Meio Ambiente, a cada ano, mais de 8 milhões de toneladas de plástico acabam nos oceanos, causando grande prejuízo a animais marinhos, à pesca e ao turismo e provocando pelo menos US$ 8 bilhões em danos aos ecossistemas marinhos.

Mais plástico do que peixe

A agência das Nações Unidas alerta que até 80% de todo o lixo nos oceanos é feito de plástico. De acordo com algumas estimativas, no ritmo em que itens como garrafas, sacolas e copos de plástico estão sendo jogados fora após terem sido usados apenas uma vez, até 2050, os oceanos terão mais plástico do que peixes.

A UN Environment calcula que neste prazo, 99% das aves marinhas terão ingerido plástico. Ainda este ano, a campanha #MaresLimpos anunciará "medidas ambiciosas" por parte de países e empresas para eliminar microplásticos de produtos de cuidado pessoal, banir ou colocar impostos sobre sacolas descartáveis e reduzir "dramaticamente" outros produtos de plástico de uso único.

Dez países já se uniram à campanha para reverter o uso do produto, incluindo o Uruguai que irá taxar sacolas plásticas descartáveis este ano. O músico Jack Johnson e o ator Adrian Grenier apoiam a campanha.

Segundo a  ONU Meio Ambiente, "grandes anúncios"sobre o assunto são esperados para a próxima Assembleia Ambiental da ONU, a ser realizada em dezembro no Quênia, África, e na Conferência dos Oceanos, que terá lugar em junho próximo, em Nova Iorque.

Um encontro prepararório para a Conferência dos Oceanos foi realizado nos dias 15 e 16 de fevereiro, na sede das Nações Unidas. Na ocasião, o embaixador de Portugal junto à organização, Álvaro Mendonça e Moura, um dos organizadores do evento, fez um alerta sobre a situação da poluição com plásticos nos mares e oceanos.

fonte: ONU

Última modificação em Quinta, 23 Fevereiro 2017 21:20
Mais nesta categoria: Montessori e a Paz »

Deixe um comentário

Mais lidos

Tradição dos Manjericos

Tradição dos Manjericos

23 Jun 2016 Turismo

Na Ponta do Nariz

Na Ponta do Nariz

06 Jun 2016 Artemania

Ecoturismo

Ecoturismo

16 Out 2015 Turismo

Capoeira

Capoeira

04 Set 2016 Isto é Brasil

MULHERES / MUJERES

MULHERES / MUJERES

25 Jan 2019 Livros

Acompanhe no Facebook

Online

Temos 50 visitantes

Add to Flipboard Magazine.