Arquipélago da Madeira

Arquipélago da Madeira

Destino exibe suas raízes em patrimônios históricos e monumentos fascinantes. // Famoso por ser um dos mais belos do mundo, o Arquipélago da Madeira é rep...

Suíça, de trem

Suíça, de trem

Um passeio imperdível pela Suíça com o Grand Train Tour

Lan Lanh

Lan Lanh

Lan Lanh sobe aos palcos do Teatro Glaucio Gill, no Rio de Janeiro, para apresentar o show "Batuque da Lan Lanh" nos dias 2, 3, 4, 5, 9, 10, 11 e 12 de junho. ...

Atualmente, há mais libaneses no Brasil do que no Líbano. Atualmente, há mais libaneses no Brasil do que no Líbano.
Publicado em Isto é Brasil
Lido 1472 vezes
Avalie este item
(1 Voto)


Salem Nasser, Samira Osman, Sarah Ghuraba, Érica Renata e

 Renatho Costa são os convidados do encontro.


 
Sesc apresenta trajetórias e cotidiano

dos Muçulmanos no Brasil

 


por Rita de Cassia Solimeo Marin


A trajetória e o cotidiano de muçulmanos no Brasil são temas de encontro que o Centro de Pesquisa e Formação – CPF Sesc realiza de 18 a 22 de agosto.

A história do Islã, a contemporaneidade do mundo muçulmano e sua relevância para a compreensão do quadro político mundial, a mulher muçulmana e sua imagem no mundo ocidental, a migração para o Brasil em decorrência dos conflitos no Oriente Médio e uma visita a uma mesquita estão entre os assuntos e atividades que compõem o encontro, que conta com a participação do presidente do Instituto de Cultura Árabe, Salem Nasser, da professora Samira Osman (UNIFESP), da professora de teatro Sarah Ghuraba, da  contadora de histórias Érica Renata, e do professor Renatho Costa (UniPampa).



Programação:



18/8 – Introdução ao mundo muçulmano

Uma introdução à história do Islã, especialmente aquela de seu surgimento, de seu pertencimento à tradição monoteísta, de sua expansão, de suas divisões e do desenvolvimento de suas escolas de pensamento. A contemporaneidade do mundo muçulmano e a sua relevância para a compreensão do quadro político mundial.

Com Salem Nasser, presidente do Instituto de Cultura Árabe desde 2012. Doutor em Direito Internacional pela USP. Professor da Escola de Direito de São Paulo da FGV.

20/8 – Mulheres muçulmanas

Uma análise da percepção apresentada nos diversos suportes midiáticos brasileiros sobre a questão da mulher muçulmana, do ponto de vista das oscilações de uma imagem de submissão e do papel de vítimas universais na violação dos direitos humanos. Propõe-se analisar o modo como estas mulheres são vistas e representadas, muitas vezes acompanhadas de um sentimento da “compaixão ocidental” por elas. Sarah Ghuraba e Érica Renata relatam suas experiências enquanto brasileiras muçulmanas.

 

Com Samira Osman. Professora de História da Ásia da UNIFESP, pesquisadora da História do Oriente Médio, Islamismo e Imigração Árabe. Autora do livro: Imigração Árabe no Brasil: história oral de libaneses muçulmanos e cristãos (SP: Xamã, 2011).

 

Com Sarah Ghuraba*, professora de teatro na rede estadual de ensino. Graduanda em Língua Portuguesa pela Faculdade Sumaré. Ministra ensinos islâmicos para mulheres na mussala do Embu da Artes, escreve o blog Ummah Brasil.

 

Com Érica Renata, formada em Letras, contadora de histórias. Atuou como docente universitária convidada nos cursos de Pedagogia e Letras (UNIESP), palestrante do Simpósio Nacional sobre Multiculturalismo, Preconceito e Racismo no Brasil (UNIESP) e I Simpósio Sudeste da ABHR sobre diversidades e (in) tolerância religiosas (USP).

 

21/8 – Muçulmanos no Brasil

A migração de árabes ao Brasil está vinculada a eventos específicos ocorridos no Oriente Médio.

Mais precisamente, aos conflitos que envolveram a criação dos Estados árabes. Os ciclos migratórios de árabes estão vinculados aos desdobramentos e intensidade dos conflitos. Após a criação do Estado de Israel e ampliação do tensionamento local, muitos árabes se deslocaram para os países circunvizinhos e outros fugiram para a América. As guerras civis como a libanesa, que durou quinze anos, também foi um forte impulsionador do processo migratório. A grande maioria da população árabe é formada por muçulmanos.

No Brasil houve a fixação em regiões como São Paulo, Foz do Iguaçu e Rio Grande do Sul.
Atualmente, há mais libaneses no Brasil do que no próprio Líbano.

 

Com Renatho Costa, bacharel em Relações Internacionais, Mestre e Doutor em História Social (FFLCH-USP). Professor de Relações Internacionais da UniPampa e Coordenador do Grupo de Análise Estratégica - Oriente Médio e África Muçulmana.

 

22/8 – Visita à Mesquita Brasil

Primeira mesquita do Brasil, inaugurada em 1952, está instalada no bairro do Cambuci. Durante a visita as mulheres devem usar o “rijab” (véu) fornecido na própria mesquita para os visitantes. As roupas não podem ser justas, nem transparentes, tanto para as mulheres quanto para os homens e devem cobrir braços e pernas.

 


 

Sobre o CPF Sesc

O Centro de Pesquisa e Formação é uma unidade do Sesc São Paulo cuja proposta é constituir um espaço articulado entre produção de conhecimento, formação e difusão nas áreas da Educação, Cultura, Arte, Gestão e Mediação, por meio de cursos, palestras, encontros, nacionais e internacionais, estudos, pesquisas e publicações.

 
Implantada em agosto de 2012, a unidade amplia o compromisso do Sesc em São Paulo no campo da cultura, compreendendo a educação como uma ação permanente. É composto por três núcleos: o Núcleo de Pesquisas se dedica à produção de bases de dados, diagnósticos e estudos em torno das ações culturais e dos públicos.

O Núcleo de Formação promove encontros, palestras, oficinas e cursos. O Núcleo de Publicações e Difusão se volta para o lançamento de trabalhos nacionais e internacionais que ofereçam subsídios à formação de gestores e pesquisadores.

 

Trajetórias e cotidiano de Muçulmanos no Brasil

De 18 a 22 de agosto de 2015. Terça a Sexta, das 10h30 às 13h/Sábado, das 10h às 13h.

Recomendação etária: 16 anos. Número de vagas: 30.

Preços: R$ 60,00 (inteira); R$ 30,00 (aposentado, pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e professor da rede pública); R$ 18,00 (trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo credenciado no Sesc e dependentes).


 

Centro de Pesquisa e Formação – CPF Sesc

Rua Dr. Plínio Barreto, 285 – 4º andar, São Paulo

(011)  3254-5600
 

Última modificação em Terça, 11 Agosto 2015 19:59
Mais nesta categoria: Músicas para Elas »

Deixe um comentário

Mais lidos

Ecoturismo

Ecoturismo

16 Out 2015 Turismo

Na Ponta do Nariz

Na Ponta do Nariz

06 Jun 2016 Artemania

Capoeira

Capoeira

04 Set 2016 Isto é Brasil

Cartas de Caio

Cartas de Caio

22 Dez 2016 Livros

Cara-de-Bronze

Cara-de-Bronze

05 Jun 2016 Programação em Goiânia

Acompanhe no Facebook

Online

Temos 44 visitantes

Add to Flipboard Magazine.