Imprimir esta página
“De acordo com informações do governo francês, testes com as próteses da marca Poly Implant Prothèse (PIP ) indicaram comprometimento da  resistência  do silicone utilizado para preenchimento, diferente do autorizado para uso em saúde  e que  pode  provocar irritação num eventual vazamento.  Os mesmos testes laboratoriais descartaram risco de toxicidade e câncer”, observa. “De acordo com informações do governo francês, testes com as próteses da marca Poly Implant Prothèse (PIP ) indicaram comprometimento da resistência do silicone utilizado para preenchimento, diferente do autorizado para uso em saúde e que pode provocar irritação num eventual vazamento. Os mesmos testes laboratoriais descartaram risco de toxicidade e câncer”, observa.
Publicado em Entrevistas
Lido 1625 vezes
Avalie este item
(0 votos)

Entrevista com o cirurgião plástico Vinícius Brito de Mello

 

Após o escândalo internacional das próteses das marcas  Poly Implant Prothèse  (PIP) ou Rofil, adulteradas com silicone industrial, uma onda de dúvidas assusta as brasileiras que fizeram implante nos seios.

O risco das marcas condenadas é a possibilidade de ruptura da prótese. O silicone industrial é altamente prejudicial ao organismo.
O Dr. Vinícius Brito de Mello, especialista pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) e Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica SBCP, em entrevista, esclarece o assunto e orienta.

“De acordo com informações do governo francês, testes com as próteses da marca Poly Implant Prothèse (PIP ) indicaram comprometimento da  resistência  do silicone utilizado para preenchimento, diferente do autorizado para uso em saúde  e que  pode  provocar irritação num eventual vazamento.  Os mesmos testes laboratoriais descartaram risco de toxicidade e câncer”, observa.
Confira a exclusiva:

Qual a primeira providência,  se houver dúvida quanto à prótese?
Dr. Vinícius Brito de Mello - Caso a paciente não saiba qual a marca da prótese utilizada, sugiro que procure o cirurgião plástico que realizou o procedimento para obter uma informação segura da origem do implante.

Que tipo de avaliação é feita?
Dr. Vinícius Brito de Mello - Todas as mulheres, portadoras ou não de implantes mamários, devem realizar o autoexame das mamas e avaliação médica periódica. Alguns exames de imagem também podem complementar o exame clínico.

Todas as pacientes com silicone da PIP ou Rofil devem programar a troca? Mesmo sem rupturas?

Dr. Vinícius Brito de Mello - A Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica recomenda que as mulheres portadoras das próteses PIP e Rofi l façam a avaliação médica a fim de definirem junto a estes profissionais a melhor conduta a ser adotada. Não existem razões que justifiquem a remoção e substituição preventivas dessas próteses, a não ser que uma ruptura efetiva seja identificada.

O que é silicone?
Dr. Vinícius Brito de Mello - O silicone é um composto sintético, derivado da rocha de quartzo, usado em muitos ramos da atividade humana como adesivo, impermeabilizante, lubrificante, entre outras e, na medicina, para implantes. O silicone autorizado para uso em saúde um material inorgânico altamente resistente às variações ambientais, com uma boa biocompatibilidade.

Em quanto tempo próteses normais devem ser revistas ou trocadas?

Dr. Vinícius Brito de Mello - Não existe indicação de troca periódica do implante. Recomendo um acompanhamento anual com o cirurgião plástico para examinar a integridade e posicionamento da prótese.
Esclareço ainda que todas as mulheres com outros implantes mamários devem continuar a se sentir seguras com este dispositivo. Existem muitas outras marcas idôneas, com estudos científicos sérios, e alta tecnologia empregada que nos deixam seguros em continuar indicando o procedimento.

Add to Flipboard Magazine.